************

** By ROBERTO CHRISTO **

segunda-feira, 14 de abril de 2014

O insondável Alexandre Quintas

O artista Alexandre Quintas (Foto Acervo Pessoal)


Nesta semana, me deparei com coincidências artísticas advindas de dois artistas distintos, cujas obras chegaram até a mim, sob o aspecto característico da semelhança. Há uma semana atrás, após ver as fotos do venezuelano, Daniel Bracci, protestando contra a censura e a repressão do Governo de Nicolás Maduro, fiz um post sobre o tema. Alguns dias depois, me surgiram as fotos de Alexandre Quintas, cuja obra me trouxe a mesma sensação da obra de Bracci.

Em conversa com Alexandre Quintas perguntei se havia algum conceito ou tema para o trabalho de fotos dele e obtive uma resposta incrível:

"Acredito de alguma forma que todas as descrições são contadas e resumidas através das próprias fotografias. Uma vez revelado um tema, talvez eu perca o meu mistério, aquele que tantas pessoas falam. Eu posso dizer qual a concepção que me levou a exteriorizar o que estava latente em mim em cada momento, mas  suponho que limitaria as sensações pessoais de cada ser que contemplasse mais uma das expressões a "La Quintas". É instigante poder ouvir a percepção de que cada pessoa tem pelos meus trabalhos, tanto na arte dramática como na literária. Apesar de eu ser reservado quanto à minha vida pessoal, é um pouco de mim partilhado às pessoas. É uma troca, uma aproximação!"

Temos vários meios de expressar nossas opiniões e a fotografia é um deles. Fotografar é registrar a visão individual e poder transformá-la em um contexto. Compartilhar este contexto é criar um movimento social, é proporcionar uma interação de opiniões, pensamentos e necessidades. Estes movimentos cíclicos são comuns nas artes e criam os históricos estilos de contextos da arte e de comportamento.

As guerras; os problemas e transformações sociais; nossas crises ou dificuldades pessoais! Todos estes fatores fazem a arte renovar, ajudam a criar movimentos que exprimem um sentimento social comum, de um mesmo momento. Só quando novas eras surgem é que nos damos conta que, em um passado qualquer, vivemos um movimento artístico de contexto. Só com o passar do tempo conseguimos desenvolver estudos sobre a arte que permaneceu "impressa". Ou seja, só assim pudemos notar ou filosofar sobre um impressionismo que conheceu a estética de forma cognitiva de seus autores, enquanto o expressionismo exteriorizou a maneira subjetiva do autor enxergar as coisas, dando a chance ao espectador de criar sua própria visão, uma chance de expressar o seu irracional, de se distanciar do figurativo.

No caso do trabalho de Alexandre Quintas eu vejo a mente emocional como a base da vida, e vejo que, realmente, o artista quer externalizar sua comoção, preservando a privacidade de sua face.

por ROBERTO CHRISTO


Fotos de Alexandre Quintas










3 comentários:

Jorge Lee disse...

ALEXANDRE QUINTAS É MEU AMIGO PESSOAL E UM COLEGA DE TRABALHO APAIXONANTE.

SE EXPRESSA COM LEVEZA E AGRESSIVIDADE SEM FAZER A MENOR CERIMÔNIA.

SEUS RETRATOS REVELAM POEMAS E TEXTOS COMPLETOS QUE SERVEM DE REFERÊNCIA PARA QUALQUER ESCRITOR, DRAMATURGO, ROTEIRISTA
CRIAR OBRAS DE EXCELENTE QUALIDADE.

UNS CRIAM ÀS SEGUNDAS, OUTROS ÀS TERÇAS, ALGUNS ÀS QUARTAS... EU PREFIRO QUINTAS. É APENAS UMA BRINCADEIRA PARA HOMENAGEAR ESSE ARTOR ARTISTA QUE TAMBÉM É UM SER HUMANO NA ACEPÇÃO DA PALAVRA.

Jorge Lee disse...

ALEXANDRE QUINTAS É MEU AMIGO PESSOAL E UM COLEGA DE TRABALHO APAIXONANTE.

SE EXPRESSA COM LEVEZA E AGRESSIVIDADE SEM FAZER A MENOR CERIMÔNIA.

SEUS RETRATOS REVELAM POEMAS E TEXTOS COMPLETOS QUE SERVEM DE REFERÊNCIA PARA QUALQUER ESCRITOR, DRAMATURGO, ROTEIRISTA
CRIAR OBRAS DE EXCELENTE QUALIDADE.

UNS CRIAM ÀS SEGUNDAS, OUTROS ÀS TERÇAS, ALGUNS ÀS QUARTAS... EU PREFIRO QUINTAS. É APENAS UMA BRINCADEIRA PARA HOMENAGEAR ESSE ARTOR ARTISTA QUE TAMBÉM É UM SER HUMANO NA ACEPÇÃO DA PALAVRA.

Giballin Gilberto disse...

Nosso Quintas é original e inusitado. Um menino ariano com a cabeça cheia de ideias, um coração irrequieto e pulsante, ansioso pelo amanhã que registra no hoje sua pulsação com seus frêmitos artísticos.
Uma onda de criatividade que sempre traz um olhar inusitado e irreverente com seu provocativo desconforto estético.
Adoro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...